faça amor

by Eddy Polo

by Eddy Polo

a volúpia da chuva

na calada da noite

deixou a terra em êxtase

a madrugada molhada

amanheceu escorrendo

o dia o sol

entre lençóis e nuvens

empurra devagar o seu calor

enquanto eu

sonho em mim

um inventor

e faço versos

faça chuva

faça sol

para ti…

conquistar

 

parceria poética com Eddy Polo

ao alcance

by desenharts (tumblr)

eu você   (crianças?)

observando navios

atravessando vidraças

janelas nos olhos do mar

.

eu você  (amor?)

passagem de ida

amassos no meio do dia

beijos em plena garagem

.

eu você   (desejo?)

puxando peças de roupa

esfregando paredes

soprando obscenidades

.

eu você    (ternura?)

mãos dadas   balanço de corda

mergulho sem máscara

mútua adoração

.

um altar no meio da lama

uma cama no meio da lua

estrelas

felizes

eu

você

quereres

quem dera você mudasse

de ideia

batesse à minha

porta

de madrugada

me dizendo Sim

botando moral em mim

me pegando

pelo pescoço

.

estou na espera

de uma colher de mel

de um romance

um pedido no pé do ouvido

ou quem sabe

um suspiro

que me tire do chão

.

tô querendo mesmo

é te mandar flores

suspirar

transpirar

encontrar emoções

e coragem

pra dizer:

VEM!

amizade colorida

by desenhando-o-mundo (tumblr)

então me beija enquanto a vida se desenrola

leva meus pés às nuvens

me tira a pilha estanca as horas

que à duras penas me entrego

.

prevejo encontros acontecimentos

antecipo o cheiro o toque

sinto o peso o piso se elevar

doces nuvens a suspirar

.

é poesia desenhada com tato

fronteira entre linha e traço  

um borrão sem forma tinta

cores com tons de lá

aí em você

 

apaixonamento

by desenhando o mundo (tumblr)

há corações criança em meu peito

vibrando dançando estendendo os braços

pedindo colo ombros flores

exalando cores bolinhas de sabão

.

arco-íris entre  fios de cabelo

auroras que me banham embalam

sorrisos incessantes incansáveis

em vontades brincantes se abrem

.

jarrinhas com flores delicadas

nuvens de águas voantes

asas nas costas   nos pés

óculos com lentes cor de rosa

.

a cabeça é só mar

areia molhada praia tranquila

em copas verdes ao vento

me entrego me abandono