ansiedade

image by desenhando o mundo (tumblr)

acordei cheia de poemas tristes

lembranças pinçadas  inconscientes

pesadelo fresco recém acontecido

torpor matinal  olhos cem quilos cada

.

garganta seca sensações goela abaixo

tempestades internas avalanches

pedras engasgadas na ampulheta

me quebram    as unhas o cerne o tino

.

horas cansativas insistentes

icebergs alvos gélidos

prendem-me os pés entre rochas

algas dejetos esfíncteres

.

talvez seja preciso nascer de novo

paralisar ponteiros cortar  impulsos quem sabe

ingerir conselhos cápsulas ou doses líquidas

e trocar os óculos por máscaras de dormir

exausta

possibilidades de uma vida

escorrem  dispersam-se

no momento em que acendo a luz

 

o telefone o computador

os filhos a dormir

silêncio consternador

 

corto as unhas dos pés

espero a hora passar

abro gavetas quinas vazios

 

continuo a busca

por linhas retas traço metas

para a manhã seguinte