tarde de julho

by desenharts (tumblr)

há cheiro

de chá

há braços

no gosto do vinho

o tom

baseado

num sonho

fosse

doce

paixão

sem sobressalto

a cem por hora

se derrama

na xícara

na taça

no íntimo

quarto

faço poemas

enquanto a vitrola

esboça ruídos canções de outrora

a tarde cai

na rede de velhos marinheiros

e desperta

desejos

de partir sem bússolas

cem mapas

se desdobram

em trilhas

caminhos

abertos em meu coração

peito aberto

image by in-dissolúvel (tumblr)

para ti quero proteção extrema

uma armadura de algodão doce

palavras pesadas pensadas

líquidas azuis transparentes

um mergulho quase infantil

água morna terna levemente salgada

.

não arrisco dizer a tal frase

acionar tempestades intempéries

mas me deixo cair em teu peito

sentir canções de ninar

mãos macias em minhas costas

suavidade que me embala

.

em noites que lágrimas me cansam os ombros

pingos de recordações displicentes

indulgência arrependimento

olhos que não me saem da mente

aceito teu colo cuidado

a distância é só um ponto de vista

amareluz

em meio ao transe

eis que surge um anjo

grande alado luminoso

portando flor amarela

aproximou-se movendo translúcidas asas

sem causar medo apenas surpresa

ofereceu-me  flores iluminadas

suspensa explosão de beleza

minhas mãos paralisadas atadas

diante do insólito olhar satisfeito

carne tesa veias aceleradas

atravessou-me presenteando-me o peito

deu-me paz deu-me luz

adentrou-me a mente

deu-me alento deu-me colo

volta anjo dai-me sempre